APRESENTAÇÃO

 Para os povos indígenas, felicidade não é só um sentimento, mas também uma forma de relação com a coletividade.

Nesse sentido, a escolha desse nome para uma coleção

destinada às crianças revela a principal proposta dela:

produzir na coletividade para fazer da felicidade um desenho,

um rabisco, uma realização possível.

Acreditamos que a felicidade é viável e que a coletividade

é necessária. Nesse sentido, esta coleção se mostra

essencial para a construção de conhecimentos na

infância, pois entendemos que a aprendizagem resulta

da alegria em conhecer a si mesmo e se apropriar da cultura

humana, de fazer perguntas e encontrar respostas,

de incluir diferenças, de expandir o universo de ações, de

abrir-se ao mundo, de romper limitações, de desconstruir

muros e paredes, ampliando assim os horizontes da

sala de aula.

Portanto, o sentido de toriba se alia à proposta de ensino

mais atual no que diz respeito à concepção de criança e

produção de saberes vividos na Educação Infantil e traz

para a escola um projeto educativo inovador, que une o

brincar às descobertas, conquistas e aprendizagens, possibilitando o encontro da alegria com a autoria, da criatividade com a fantasia, da pesquisa com a investigação,

da experiência de um com a vivência de outros.